Mahavidya Yoga

Navasana
Flávia Venturoli de Miranda 
23/09/2011

Postura do Barco

nava– nave, navio, nau, barco

Na postura do barco, navasana, o abdômen é o protagonista, pois é com a contração de seus músculos que se sustenta a coluna e as pernas inclinadas, formando o casco em V de um barco. Mas atenção não se apoie sobre o sacro, mas sim sobre o cóccix. Outro equívoco é a transferência do esforço do abdômen para o pescoço. O pescoço, rosto e pernas devem permanecer relaxados e leves, contendo o trabalho apenas no abdômen. Alongar a coluna e o pescoço (pela nuca) auxiliam a permanência correta deste asana de equilíbrio.

 

O trabalho intenso do abdômen estimula o fogo gástrico, jatharagni, responsável pela assimilação dos nutrientes. O fortalecimento dos músculos abdominais auxilia na sustentação da coluna verticalizada e por isso evitam as lombalgias, quando acompanhado de alongamentos da lombar.

 

O barco, o navio, a nau, a embarcação são meios de transporte sobre águas e carregam a simbologia da travessia. Se usarmos a simbologia de água como emoções, o barco nos auxilia na travessia das emoções, nem sempre tranquilas, nem sempre revoltas, mas na maioria das vezes são propulsoras das ações, como as correntezas para um barco.

 

Para um barco, durante uma travessia, não ficar a deriva das águas (das emoções) é preciso assumir o leme e ser o capitão. É isso que penso quando ao fazer o navasana concentro-me nos 3 chakras inferiores: muladhara (o suporte da base) ou seja  a quilha do barco; svadishthana (a posição de si) a carena, o bojo do casco e manipura (a cidade da joia) a borda do casco, que dá para o convés. Sem esses suportes firmes torna difícil a travessia no alto mar quando se vai explorar a si mesmo. Outro nome para esse asana é nau asana ou naukasana, cujo significado é idêntico.

Variação

Há inúmeras variações para essa postura, desde segurar os pés com as mãos, a fazer o ângulo mais aberto com as mãos apoiadas na nuca. É possível fazer com apenas uma perna por vez, enquanto a outra fica flexionada e o pé apoia no chão. Como também com as mãos apoiadas no chão logo atrás do quadril.

 

Fonte

navasana no Vinyasa Yoga – Srivatsa Ramaswami – Marlowe

                               no Ioga e Saúde – Selvarajan Yesudian - Cultrix

Fonte Histórica

naukasana segundo a Encyclopaedia of Tradicional Asanas – Dr. M. L. Gharote – Lonavla é citado no Kapala Kurantaka Hahtabhyasa Paddhati 11.

Aliança do YogaAssociação Internacional dos Professores de Youga do Brasil

Ao transcrever o texto na integra ou em parte, identifique o autor.

Rua Dona Leopoldina, 239
próximo ao metrô Alto do Ipiranga

Profa Flavia   11 98430-8509

Profª Rosana 11  97988-8001