Mahavidya Yoga

Céu e Terra
Flávia Venturoli de Miranda
02/11/2010

Dyaus

Dyaus - Céu

Dyaus é o céu, em todas as suas 3 facetas, o céu cósmico, que é o próprio cosmos, o céu paradisíaco, morada dos deuses e o céu atmosférico. Significa brilhante, dia, diário, é o deus do céu brilhante.

Nos Vedas é o céu pai, chamado de Dyaus Pita ou Pitr. Casa-se com a terra, Prthivi, com tem as filhas auroras, Ushas, também, o fogo Agni (RV 3.25.1), e, o clima da atmosfera, Indra (RV 4.14.4).

Ushas - Aurora filha do Céu
Agni - Fogo filho do Céu
Indra - Senhor do Clima filho do Céu

No Purusha Sukta diz que Dyaus nasceu da cabeça do próprio Homém Cósmico, Purusha. Às vezes dizem que Dyaus e Prthivi foram criados por Indra, assim ele é suplantado por um deus mais novo, e cai no esquecimento, tornando-se um deus otiosus, como dira Mircea Eliade. Indra assume então seus atributos.

 

Prthivi

Prthivi - Terra

Prthivi tem uma vida simbólica longa. Prthivi, que significa amplidão, é a deusa Terra, casada com o Dyaus. Ela é a mãe Terra Prthivi Mata ou Matr. Nos Vedas aparece sempre em companhia do marido, Dyavaprthivi, o Céu fertiliza a Terra através da chuva que frutifica. Segundo Kinsley, nos Vedas, eles eram apenas um, que foram separados por Varuna, mas que voltaram a se unir pela chuva. Como seu marido, a Terra tem 3 níveis, a terra onde pisamos, a Terra planeta, e o interior da terra. No Purusha Sukta, bhumi, um outro nome para o chão terra (ou prthivi bhumi), surgiu dos pés do Homem Cósmico.

Nos Vedas, Prthivi é a mãe de Ushas, Agni e Indra.

Ushas - Aurora filha de Prthivi
Agni - Fogo filho de Prthivi
Indra - Atmosfera filho de Prthivi

Posteriormente, no Visnhu Purana, dizem que Prthivi recebeu seu nome de seu pai Prthu, que ao ver a fome no mundo, criou uma vaca chamada Prthivi que proveria a todos com frutos constantemente, até mesmo aos deuses.

 

A Terra, como deusa, é fértil e benigna, é a mãe que cuida e nutri suas crias com grão, leite e vida. Protege e é firme, traz prosperidade, consolida e sustenta a todos.

prthivi tattva - muladhara chakra

Prthivi posteriormente será associada ao elemento terra, prthivi tattva da filosofia Samkhya, com toda a conotacação de firmeza, solidez, prosperidade e fecundidade. Interiormente, esse tattva se assenta em nosso assento, no muladhara chakra dando a estabilidade e prosperidade de uma barra de ouro interior. Seu yantra é justamente um cubo dourado como ouro.

prthivi tattva yantra

Bibliografia

Purusha Sukta – Rig Veda 10.90-14

CAMPBELL, Joseph, As Mascaras de Deus – Mitologia Primitiva. 8º ed, São Paulo: Palas Athena, 2010.

ELIADE, Mircea. O Sagrado e o Profano: a Essência das Religiões. 2ª ed, São Paulo: Martins Fontes, 2008.

KINSLEY, David R. Hindu Goddesses – Visions of the Divine Femine in the Hindu Religious Tradition. Berkley: University of California Press, 1998

BULLEN, Matthew, e et. National Geographic: Guia Visual da Mitologia no Mundo. São Paulo, Ed. Abril, 2010

WILKINS W.J, Hindu Mythology, Vedic and Puranic, 1900, at sacred-texts.com, in 05/10/2010

WILLIAMS Monier, Sankrit-English Dictionary, digital V1.5 beta

Aliança do YogaAssociação Internacional dos Professores de Youga do Brasil

Ao transcrever o texto na integra ou em parte, identifique o autor.

Rua Dona Leopoldina, 239
próximo ao metrô Alto do Ipiranga

Profa Flavia   11 98430-8509

Profª Rosana 11  97988-8001