Mahavidya Yoga

Natarajasana
Flávia Venturoli Miranda
10/2008

Postura do Dançarino Real

nata - dançarino

raja -  real do rei

Nataraja é um epíteto de Shiva como transformador. Conta a lenda que numa floresta moravam sábios que haviam se perdidos em seus egos. Os deuses resolveram dar-lhes uma lição. Assim, Vishnu disfarçado de uma bela mulher, Mohini, apareceu diante deles acompanhada com Shiva.Os homens, tomados de desejos, lutaram violentamente entre si pela atenção da moça. Disputavam para tirá-la de Shiva.

Mohini

Os sábios através de magia criaram um monstruoso tigre para atacar o rival ShivaO tigre ao atacá-lo, foi resumido a uma pele, pois Shiva com unha do seu dedo minguinho o esfolou e usou seu couro como veste. Os sábios, revoltados com a aquela derrota, criaram uma serpente monstruosa, que Shiva com naturalidade colocou no seu pescoço como um colar e começou a dançar. Por fim, os sábios mandaram um anão para atacar Shiva que o dominou, simplesmente, pisando em suas costas sem cessar sua dança frenética, tandava. 

Shiva Nataraja

Em uma outra lenda, ao saber da morte de sua esposa, Sati, por imolação na pira sacrificial de seu sogro. Shiva ficou tão furioso que começou a dançar freneticamente, tandava, para que o mundo fosse destruído e um novo mundo mais correto recomeçasse. 

O simbolismo da postura é da transformação interna, através domínio sobre a pequenez do ego ignorante pela superioridade da sabedoria essencial.

 

Saiba mais em Asanas de Equilíbrio.

 

Variações

Essa postura tem inúmeras variações. Das mais simples, quando em vez de pegar o pé com a mão, apenas se eleva um pouco para trás a perna do chão, enquanto um braço fica erguido e o outro relaxado (ou até mesmo com os 2 braços erguidos). Há a versão muito complexa, como demonstrada por Iyengar no Light on Yoga, em que o pé da perna erguida toca a cabeça. Com relação ao tronco, há quem faça a postura no prumo e outros preferem inclinar o tronco até que fique paralelo ao chão. Há a opção também de elevar a cabeça e olhar o teto, o que sempre aumenta o grau de dificuldade do equilíbrio.

De qualquer modo a postura, além de belíssima esteticamente, trabalha a extensão da coluna, o alongamento do psoas e da musculatura frontal da coxa, e a abertura do tórax. Nela treinamos “dançar conforme a música” sem perde o  equilíbrio. 

 

Fonte

Light on Yoga – Iyengar Encyclopaedia of Traditional Asanas – Dr. Gharote - Lonavla

 

Fonte histórica

Yoga Rahasya I.51 de Nathamuni - KYM 

Aliança do YogaAssociação Internacional dos Professores de Youga do Brasil

Ao transcrever o texto na integra ou em parte, identifique o autor.

Rua Dona Leopoldina, 239
próximo ao metrô Alto do Ipiranga

Profa Flavia   11 98430-8509

Profª Rosana 11  97988-8001