Mahavidya Yoga

Purusha Sukta - Rg Veda 10.90
tradução de Flávia Venturoli Miranda
16/08/2010

1.

Um milhar de cabeças tem Purusha 1 ,

um milhar de olhos, um milhar de pés.

Assim envolve a terra {bhumi} por todas as direções

e transcende em 10 dígitos {angula}.

 

2.

Purusha sozinho é o todo,

o que foi e que será.

É realmente o dono da Imortalidade {amrta}

que sustenta pelo alimento {anna}.

 

3.

Tanto é sua grandeza;

que realmente, Purusha é superior a esta.

Todas as criaturas são um quarto dele.

Os outros três quartos são imortais e divinos.

 

4.

Os três quartos de Purusha ascenderam,

um quarto dele se tornou novamente existente,

com isso, manifestou para todas as direções

os seres terrestres e celestiais

 

5.

Dele nasceu Viraj2 e

de Viraj surgiu o Purusha.

Tão logo surgiu,

se espalhou adiante e por de trás da terra.

 

6.

Com a oferenda de Purusha,

os devas3 executaram o sacrifício {yajna}.

A primavera {vasanta} foi a manteiga clarificada {ajya},

o verão {grishma} foi o combustível

e o outono {sharad} foi a oferenda sagrada.

 

7.

Assim pelo sacríficio de asperção na grama sacrificial,

primeiro surgiu Purusha.

onde os devas, que eram sadhyas4 e rshis5,

o sacrificaram

 

8.

Do grande sacrifício geral,

a manteiga clarificada gotejante foi coletada

Deste ciclo foram criados as criaturas do ar e os animais,

tanto os selvagens como os domesticados.

 

9.

Do grande sacrifício geral,

os versos sagrados do Rg e do Sama germinaram.

Dali encantamentos sagrados germinaram

Deles Yajus surgiu.

 

10.       

Dele os cavalos nasceram.

Dele todos os rebanhos com 2 fileiras de dentes.

Dele as vacas foram geradas,

Dele as cabras e ovelhas nasceram.

 

11.

Quando Purusha foi dividido em vários?

O que se tornou seu rosto?

E seus braços?

Como chamam suas pernas e pés?

 

12.

Seu rosto era o brahmana6,

seus braços eram feitos de rajanya7.

Suas coxas se tornaram o vaishya8,

de seus pés foi produzido o shudra9.

 

13.

A lua {candra} foi gerada de sua mente {manas},

e de seus olhos nasceu o sol {surya};

Indra  e Agni  nasceram de seu rosto e

Vayu de sua respiração {prana}.

 

14.

De seu umbigo veio a atmosfera {antariksha},

da sua cabeça foi feito o céu {dyau},

De seus pés a terra, de seus ouvidos as direções.

Então eles formaram os mundos {loka}.

 

15.       

Havia sete portões,

três vezes sete combustíveis para oferenda foram preparados

Para aquele sacrifício dos devas,

prenderam Purusha como um animal

 

16.        

Pelo sacrifício os devas fizeram

o culto do sacrifício

Aqueles do dharma 10 primal,

pela grandiosidade de suas adorações,

fazem assim como os sadhyas e os devas.

 

Ouça também o Purusha Sukta cantado

 

Purusha Sukta em pdf

 

1 purusha – Homem primal cósmico, a alma universal, associado a Narayana. Para o Samkhya é a inteligência e consciência do mundo.

viraj – o regulador, o governante, posteriormente associados com Manu, Prajapati, Brahma e Vishnu

deva – deuses, divindade

4 sadhya – seres celestiais moradores do bhuvarloka

rshi – sábios que ouviram as revelações dos Vedas

brahmana – brâmane. A primeira casta dos 4 varnas. Classe sacerdotal

rajanya = kshatriya. A segunda casta d dos 4 varnas. Classe militar e da realeza.

vaishya – A terceira casta dos 4 varnas. Classe de comerciantes e agricultores

shudra – A quarta casta dos 4 varnas. Classe do serviçal

10 dharma – lei cósmica, justiça, um dos 4 purusharthas objetivos da vida

                                Ao transcrever o texto na integra ou em parte, identifique o autor.

Aliança do YogaAssociação Internacional dos Professores de Youga do Brasil

Rua Dona Leopoldina, 239
próximo ao metrô Alto do Ipiranga

Profa Flavia (11) 98430-8509